28 de abril – Greve Geral – servidores da regulação e ASSETANS presente!

No dia 28 de abril as Centrais Sindicais e movimentos sociais convocaram trabalhadores e população para a Greve Geral contra as Reformas da Previdência e Trabalhistas.

 

IMG-20170425-WA0103

 

A ASSETANS recebeu a convocação e material do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação – SINAGÊNCIAS, conforme publicação realizada aqui no site:

28 de Abril – Greve Geral contra as Reformas

 

IMG-20170427-WA0080  IMG-20170426-WA0050IMG-20170427-WA0234

 

O movimento teve grande adesão de diferentes categorias de trabalhadores e de cidadãos por todo o País. No Rio de Janeiro, houve manifestações desde as primeiras horas da manhã e a concentração dos manifestantes foi marcada para as 14h, no Paço Imperial – Praça XV. Em seguida, Ato em frente à Assembléia Legislativa – ALERJ, com caminhada até à Candelária e dali para o Ato na Cinelândia, marcado para as 17h.

Os servidores das Agências Reguladoras atenderam à convocação e participaram das atividades. Na parte da manhã, servidores da ANS participaram de Ato na porta da Agência, em parceria com os servidores do TRT. À tarde, dirigiram-se ao Paço Imperial, onde se reuniram com os colegas das outras Agências:

 

Integração servidores da ANS e servidores do TRT IMG-20170428-WA0330IMG-20170428-WA0329

IMG-20170428-WA0333IMG-20170428-WA0337IMG-20170428-WA0336IMG-20170428-WA0335

 

O Fórum de Saúde do Rio de Janeiro, a Frente Contra a Privatização da Saúde e outros movimentos e sindicatos também marcaram presença, em diversos momentos, por todo o País:

 

IMG-20170428-WA0165 IMG-20170428-WA0277 IMG-20170501-WA0110 IMG-20170501-WA0111IMG-20170501-WA0063IMG-20170428-WA0441IMG-20170428-WA0331IMG-20170428-WA0327IMG-20170428-WA0308IMG-20170428-WA0352

IMG-20170428-WA0448IMG-20170428-WA0278IMG-20170428-WA0283IMG-20170428-WA0340IMG-20170428-WA0325IMG-20170428-WA0139IMG-20170428-WA0258IMG-20170428-WA0371IMG-20170428-WA0359

Infelizmente, por volta das 16h30m, ao final do ato pacífico em frente à ALERJ, quando parte dos manifestantes se dirigia para a Candelária em caminhada e outro grupo diretamente para a Cinelândia, a Polícia Militar atirou bombas de gás sobre os grupos, provocando um princípio de tumulto, conforme divulgado por diversos movimentos e pessoas nas redes sociais. Fato lamentável, para dizer o mínimo, mas que não impediu a realização do evento, já considerado o maior em participação, comparado com outros momentos de manifestações desse tipo.

As iniciativas do Governo Federal e as ações do Congresso Nacional em levar adiante as propostas foi duramente criticada durante o Ato e as manifestações continuarão a ser feitas. A ASSETANS divulgará e manterá as discussões junto aos servidores acerca dos informes repassados pelas diversas entidades com as quais está integrada.

IMG-20170428-WA0153

 

 

Publicado por

Cleber Ferreira

Tudo certo. Quando se ama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *